RUA DA GLÓRIA 

(Aloysio Letra)

ESTOU ENTERRADO NA RUA DA GLÓRIA
LEMBRE DE MIM SE PASSAR POR AQUI
SOU FATO OCULTO DA TUA HISTÓRIA
MAS VEJA AINDA ESTOU AQUI

MAS VEJA…

SÃO PAULO MEU, ESSE NÃO É MAIS UM OUTRO ADEUS
DIAS E DIAS SE FORAM SEI.
PAULICÉIA DESVAIRADA ME ACORDOU.
NA VOZ DOS MEUS, DESFILO ESSE LAMENTO.
PRANTO DE OUTROS TEMPOS.
QUANDO A CORDA SE ROMPEU.

LEMBRANÇA DE TEMPOS INGLÓRIOS.
QUE UM DIA SE QUIS ESQUECER.
HISTÓRIA DE NEGROS DESPERTOS.
QUE UM DIA AINDA HÃO DE REVER.
NÃO CAIA NA VELHA ARMADILHA.
FAZER POESIA PRA LUZ DA CIDADE.
SE LEMBRE PAGARAM COM SANGUE PRA TER LIBERDADE.
LEMBRE QUE ESTOU !

ESTOU ENTERRADO NA RUA DA GLÓRIA
LEMBRE DE MIM SE PASSAR POR AQUI
SOU FATO OCULTO DA TUA HISTÓRIA
MAS VEJA AINDA ESTOU AQUI

SOU CHAGA NO ESQUECIMENTO.
FERIDA QUE TEIMA A SANGRAR.
NINGUÉM SILENCIA O LAMENTO.
A VELA NÃO VAI SE APAGAR.
NÃO CAIA NA VELHA ARMADILHA.
CANTAR MELODIA PRA COR DA CIDADE
SE LEMBRE PAGARAM COM SANGUE PRA TER LIBERDADE
LEMBRE QUE ESTOU !

ESTOU ENTERRADO NA RUA DA GLÓRIA
LEMBRE DE MIM SE PASSAR POR AQUI
SOU FATO OCULTO DA TUA HISTÓRIA
MAS VEJA AINDA ESTOU AQUI

Share